Home / Cultura Italiana  / Dia das mães na Itália

Dia das mães na Itália

O dia das mães está chegando e por isso, resolvi trazer um pouco mais sobre a história dessa data na Itália, que é tão especial para nós.

Na Itália, por volta do ano de 1933, o Dia das Mães e o Dia das Crianças eram comemorados juntos no dia 24 de dezembro em conexão com o Natal.

A separação desse dia ocorreu por volta dos anos 50 e deu-se devido a razões de promoção comercial e motivos religiosos. A primeira festa aconteceu em 1956, quando Raul Zaccari, senador e prefeito de Bordighera localizado na região de Liguria na província de Imperia, em colaboração com Giacomo Pallanca, presidente da maior feira de flores e de plantas ornamentais, tomou a iniciativa de celebrar o Dia das Mães em Bordighera, no Teatro Zeni; em seguida, a festa foi realizada no Palazzo del Parco.

A segunda, um ano depois, foi estrelado por Don Otello Migliosi Tordibetto pastor de Assis, em Úmbria, no dia 12 de maio de 1957. A ideia de Don Migliosi era celebrar a mãe sem seu papel social ou biológico, mas sobre seu forte valor religioso, como um ponto de encontro e diálogo entre as várias culturas e desde então, todos os anos, a paróquia Tordibetto celebra oficialmente o festival com eventos importantes de caráter religioso e cultural.

Em 18 de dezembro de 1958 Raul Zaccari juntamente com senadores Bellisario, Baldini, Restagno, Piasenti, Benedetti e Zannini apresentaram ao Senado um projeto de lei para garantir a criação oficial do Dia das Mães. A iniciativa provocou um debate no Senado, que continuou mesmo depois de anos, onde alguns senadores achavam inadequado que um sentimento tão íntimo fosse objeto de lei, e temiam que a celebração da festa poderia se tornar mais uma vaidade.

Após o debate que envolveu toda a Itália, inicialmente foi estabelecido como data de celebração para o dia 8 de maio e se manteve inalterado de 1959 a 2000, que devido a razões econômicas e de mercado foi transferido para o segundo domingo de maio, mesmo dia escolhido pelos Estados Unidos.

Nos dias de hoje, as comemorações são bem parecidas com a nossa aqui do Brasil, nas quais as famílias costumam se reunir para o almoço do domingo, com a mesa bem farta e as crianças oferecem presentes para suas mães, como desenhos ou outros trabalhos que alcançaram na escola. Outro costume italiano é presentear as mães com rosas vermelhas, já que as brancas servem para serem colocadas no túmulo das mães que já partiram. 

Para tornar esse dia ainda mais especial para você e sua mãe, aqui vai uma poesia de Giuseppe Ungaretti:

La madre
E il cuore quando d’un ultimo battito
avrà fatto cadere il muro d’ombra
per condurmi, Madre, sino al Signore,
come una volta mi darai la mano.
In ginocchio, decisa,
Sarai una statua davanti all’eterno,
come già ti vedeva
quando eri ancora in vita.
Alzerai tremante le vecchie braccia,
come quando spirasti
dicendo: Mio Dio, eccomi.
E solo quando m’avrà perdonato,
ti verrà desiderio di guardarmi.
Ricorderai d’avermi atteso tanto,
e avrai negli occhi un rapido sospiro.

Buona festa della mamma a tutti!

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a história do Dia das Mães na Itália, preparei também um ebook gratuito pra você, já garantiu sua cópia? São mais de 80 páginas de conteúdos…

dicas de como aprender
aulas: números, cores, profissões, palavras mais usadas
frases importantes para o dia a dia: restaurante, aeroporto, hotel, trem e frases de amor desta língua romântica…
Faça o download agora, é gratuito, basta clicar na imagem abaixo:

Comentários

comoaprenderitaliano@gmail.com

Apaixonada desde sempre pela Itália. Aprendeu italiano do Zero e viveu por lá mais de 4 anos. Hoje ensina pessoas a realizarem seus sonhos através do programa Aprenda Italiano Online!

Review overview